Follow by Email

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Série Minitologia - Centauro



Na mitologia grega,  palavra centauro (em grego Κένταυρος Kentauro) significa "matador de touros". Criaturas selvagens, os centauros tinham cabeça e torso de homem, mas eram cavalos da cintura para baixo. De personalidade nem sempre igual, eram normalmente gentis e sábios, versados em música e medicina. Eram também guerreiros e travaram muitas batalhas famosas, inclusive uma contra os Lápitas, um povo que curtia o couro dos cavalos.

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Série Minitologia - Grifo



Símbolos da força e do poder, os grifos tinham corpo de leão com asas e cabeça de águia. Serviam de guardiães dos deuses, vigiando os tesouros de Apolo e as ânforas de Dioníso. Há uma lenda que diz que os grifos viviam no norte da Índia, onde espantavam os garimpeiros de ouro porque não queriam ver seus ninhos perturbados.


Essas fotos mostram um outro modelo da figura mitológica Grifo.



Série Minitologia - Quimera



Significados: devaneio, fantasia, ficção e imaginação. Capaz de respirar fogo, era parte bode e parte leão, com cauda de cobra. Era filha dos monstros Tífon e Equidna. A Quimera era tratada como um espantoso animal de estimação pelo rei da Cária, mas escapou e instalou-se numa montanha da Lícia. Lá, aterrorizava a região até que o rei Iobates da Lícia ordenou a Belerofonte (herói que domou o cavalo alado Pégaso) que matasse a criatura.


Essas fotos mostram um outro modelo da figura mitológica Quimera.



Série Minitologia - Cérbero



Seu nome, Cérbero, vem da palavra Kroboros, que significa comedor de carne. O cão de três cabeças de Hades (deus dos mortos), Cérbero era o guardião dos infernos. Ficava no portão do mundo subterrâneo, evitando que os vivos entrassem e assustando a alma dos mortos que chegavam.

Série Minitologia - Pégaso



Símbolo da imortalidade. Quando o herói Perseu matou Medusa, o cavalo alado Pégaso surgiu do sangue derramado. O príncipe Belerofonte domou esse animal fantástico e levou-o para Lícia, para matar a Quimera. Chegando ao Olimpo, Zeus mandou uma mosca picar Pégaso, que derrubou o cavaleiro.

Série Minitologia - Hidra de Lerna


Representa o nosso interior ruim, nossas paixões e defeitos, ambições e vícios, o que existe de ruim dentro do nosso mundo interior. Enquanto a hidra, que representa esse monstro interior, não for dominada, enquanto nossas vaidades, futilidades e ostentações não forem dominadas, as cabeças continuam crescendo cada vez mais. Era o guardião dragão de nove cabeças. Quando uma delas era cortada, cresciam duas no lugar. Héracles foi ajudado por Iolau, seu sobrinho, que queimava cada pescoço assim que Héracles decepava a cabeça respectiva, o que impediu que crescessem outras.


Essas fotos mostram um outro modelo da figura mitológica Hidra.